quarta-feira, 15 de junho de 2011

Globo influencia comemorações de gol com boneco João Sorrisão

A poderosa influência cultural da TV Globo sobre o esporte brasileiro se faz presente mais uma vez na arrancada do Campeonato Brasileiro, através das comemorações de gols. A brincadeira incitada pelo Esporte Espetacular com seu personagem João Sorrisão pegou de vez na quarta rodada da Série A, com muitos jogadores executando o tipo de coreografia pedido pela emissora.
João Sorrisão é um boneco de plástico do estilo “joão bobo”, que balança como um pêndulo. Nos últimos meses ele foi usado em alguns desafios do Esporte Espetacular e ganhou projeção dentro do programa de domingo de manhã.
Com a notoriedade do boneco, o programa acabou lançando através de seus apresentadores o desafio para os jogadores do Brasileiro. A ideia era reproduzir os movimentos de João Sorrisão após cada gol marcado. Na campanha, a atração dominical encomendou até uma música em ritmo de funk, do grupo “os Havaianos”.
Durante o final de semana, alguns jogadores adotaram a comemoração João Sorrisão, como o vascaíno Elton, Bill, do Coritiba, entre outros. Por sua vez, Leandro Damião puxou a coreografia do Inter após gol contra do palmeirense Márcio Araújo (na foto abaixo). Como recompensa, a emissora promete presentear os atletas com um exemplar do boneco. A expectativa de prêmio foi reforçada pela cobertura da rodada no Fantástico, assinada por Thadeu Schmidt.
A iniciativa reforça a tendência recente da Globo de tentar influenciar as comemorações. Também neste ano, o É Gol, do Sportv, inventou uma comemoração especial, usou o carisma da apresentadora Fernanda Gentil e conseguiu que alguns jogadores executassem os movimentos sugeridos, como os santistas Elano e Neymar.
Outra iniciativa parecida foi lançada pela edição paulista do Globo Esporte, desde o último ano, com o “Deixe seu recado”. A proposta desta campanha era, após fazer um gol, se dirigir a uma modelo que exibia uma placar na linha de fundo e mandar uma mensagem para quem o artilheiro desejasse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário